Blog

Pilates no tratamento da Hérnia de Disco

Por Cintia Costa
Entre uma vértebra e outra existe os discos intervertebrais. Estes discos funcionam como verdadeiros amortecedores da coluna. Eles distribuem o impacto através de toda a coluna vertebral. São formados por um centro gelatinoso, chamado núcleo pulposo.

Foto: ROB & SAS/Corbis

Segurando este núcleo está o anel fibroso, que como o nome já diz circunda todo núcleo. Estes dois componentes formam o disco intervertebral. Este disco não é vascularizado. Seu mecanismo de nutrição é através de difusão. Onde existe uma pressão, causada pelos movimentos da coluna. O líquido se espalha e nutre toda a região do disco.
Leia também:
Dicas para ter uma boa postura no seu dia a dia
Respire bem e viva melhor
Porém devido à má postura, movimentos repetitivos ou uma queda, a compressão no disco pode ser exagerada, causando uma hérnia  de disco.  Por definição, quando há um rompimento parcial do anel fibroso, porém o núcleo continua contido dentro do anel (mesmo que deslocado) é considerado protusão discal. Quando o rompimento do anel é grande e o núcleo extravasa para fora dele, é considerado hérnia.
Em alguns casos a compressão pode acometer também raíz nervosa. A pessoa relata por exemplo, que tem dor na lombar e esta irradia para os membros inferiores.
Quando existe uma protusão ou hérnia, existe um excesso de carga naquele segmento da coluna. Se não executado um tratamento adequado, a protusão pode evoluir para uma hérnia. Quando o paciente encontra-se em um estágio agudo de dor (dor muito forte, deixando-o parcialmente incapacitado ou totalmente incapacitado, para realizar as atividades de vida diária). Inicialmente busca-se um alívio deste quadro álgico, para depois evoluir para um fortalecimento da musculatura, para melhor distribuir a carga na coluna.
O Pilates baseia-se no fortalecimento da musculatura profunda da coluna (músculos que controlam o movimento), bem como o fortalecimento abdominal, criando uma espécie de cinturão de força, para proteger a coluna dos impactos. Além de garantir uma boa postura, pela melhora da consciência corporal. Com isso, aumenta o espaço entre as vértebras e interrompe o ciclo vicioso de dor e compressão.
Quando maior alinhamento e fortalecimento muscular do seu eixo corporal, mais corretamente se tornará a distribuição de carga através dele. O Pilates é um método efeciente, para ajudar o indivíduo a ter uma coluna saudável, pois combina fortalecimento muscular com aprendizado motor. O indivíduo se movimento com maior qualidade  e de forma mais eficaz, para executar as atividades do dia-a-dia, além de atividades esportivas.
Cintia é fisioterapeuta e professora de Pilates no Espaço Kaizen. Agende a sua aula experimental através do telefone (11) 5523-0640 ou venha nos fazer uma visita na Rua Conde de Itu, 964.

Compartilhe

Pesquisar

Search
Generic filters
Categorias

Últimas do Blog

Categorias

Receba nossa Newsletter