Blog

Os Zang Fu: Bexiga, fisiologia e patologia

OS ZANG FU – BEXIGA – FISIOLOGIA e PATOLOGIA
Foto: Facilitando a Acupuntura

Para a Medicina Tradicional Chinesa, a Bexiga tem como principal função: Remover a Água por meio da Transformação de Energia, ou seja, a Bexiga irá receber energia do Rim para transformar os fluídos, recaptando o que for puro e excretando o que for impuro através da urina. Em resumo, a Bexiga trabalha para Medicina Chinesa basicamente as mesmas coisas da Medicina Ocidental –> Armazena e excreta urina.

Apesar de sua função ser simples, a Bexiga possui o maior e mais complexo meridiano de acupuntura do corpo, totalizando 67 pontos bilaterais e contendo em si uma importante categoria de pontos conhecida como Shu Dorsais.

Leia também:
Acupuntura para crianças
Os benefícios da Acupuntura

Existem várias evidências mostrando que as funções da Bexiga estão relacionadas ao Yang do Rim. Quando o Rim é saudável, a Bexiga funciona bem. Se o Rim é afetado por alguma patologia, principalmente as de natureza Yang, a Bexiga também irá sofrer.

Mas, o que pode deixar a Bexiga doente?

1) Fatores Patogênicos Externos: a exposição excessivo ao clima frio e úmido pode afetar a Bexiga, causando quadros inflamatórios como a cistite. Também pode ocorrer a invasão de umidade calor, gerando candidíase, leucorréia, entre outras patologias.

2) Tensão Emocional: a Bexiga, assim como Rim é afetada pelo medo. Especialmente nas crianças, o medo, a ansiedade ou a insegurança podem causar o Afundamento da Energia da Bexiga, o que resulta na enurese noturna (conhecida popularmente como “xixi na cama”). Em adultos, a tensão emocional se manifesta na Bexiga como ciúme ou sensação de suspeita.

3) Atividade Sexual Excessiva: como já sabemos, a atividade sexual excesiva prejudica o Yang do Rim (principalmente em homens) e por consequência acaba afetando a função da Bexiga. A atividade sexual precoce pode prejudicar os Vasos Penetrador e Concepção e causar problemas urinários na vida futura.

4) Atividade Física Excessiva: O exercício físico excessivo, especialmente os que envolvem levantamento de peso, pode debilitar o Yang do Rim e da Bexiga, conduzindo ao padrão de Bexiga deficiente e fria.

Sabendo os motivos pelos quais a Bexiga pode se tornar doente, vamos conhecer o Padrões que afetam a mesma.

Padrões de Bexiga

– Padrões de Excesso

a) Umidade Calor na Bexiga: sintomas de queimação ao urinar, urina escura, dificuldade para urinar, febre, sede sem vontade de beber, sangue na urina. Este padrão normalmente ocorre por exposição excessiva à Umidade-Fio que com o tempo se transforma em Umidade Calor. Até mesmo a tensão emocional, como o excesso de ciúme pode ocasionar esse padrão.

b) Umidade Frio na Bexiga: sintomas de dificuldade para urinar, sensação de peso, urina turva e pálida. Este padrão também ocorre por invasão de fator patogênico, através da exposição excessiva à umidade-frio.

– Padrões de Deficiência

a) Bexiga Deficiente e Fria: sintomas de micção frequente com urina abundante e pálida, incontinência, dor lombar, secreção uretral branca, sensação de frio. Este padrão ocorre quando o paciente apresenta Deficiência do Yang do Rim, ocasionada por excesso de atividade fisica ou sexual.

Como observado, a Bexiga possui poucos padrões, e o mais severo deles é o de Deficiência, pois está diretamente relacionado à um mau funcionamento do Rim. Neste último caso, o terapeuta deverá tratar não somente a Bexiga mas também o Rim, para que a doença não se torne auto-permanente.

** Observação: a foto colocada neste post foi tirada em uma das minhas aulas na Pós Graduação do Centro de Estudos Firval – www.firval.com.br

Fernanda Mara dos Santos

Fonte: Facilitando a Acupuntura

Compartilhe

Pesquisar

Search
Generic filters
Categorias

Últimas do Blog

Categorias

Receba nossa Newsletter